Instituto Federal de São Paulo - Câmpus Avaré - aproveita Agrifam para divulgar inovações agroecológicas

Texto e fotos: Paulo Palma Beraldo

O Instituto Federal de São Paulo aproveitou a Agrifam para divulgar o Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica de Avaré. 

A professora doutora Raquel Mattana, representante do IFSP, comenta que a feira foi uma oportunidade para divulgar a instituição, os cursos oferecidos e os projetos para agricultores familiares.

Um dos principais projetos do IFSP Câmpus Avaré é o de agroecologia, iniciado em 2013, com parcerias com órgãos públicos e empresas privadas, como a prefeitura de Avaré, a empresa Ecologia Aplicada e a Coordenadoria de Assistência Técnica Integrada (Cati) Regional de Avaré, além da Organização Ambiental Teyque'-Pe' (OAT).

“Trabalhamos pesquisa, ensino e extensão. Temos em torno de 10 alunos bolsistas envolvidos no projeto e cinco técnicos engenheiros agrônomos apoiando diretamente os agricultores”, diz Raquel Mattana.

Segundo ela, o projeto visa atender agricultores que trabalham na prática de produção orgânica. São em torno de 30 produtores, dos quais quatro recebem uma bolsa do projeto, já que suas propriedades têm o objetivo de se tornar modelo para as outras. 

Público visita o estande do IFSP Câmpus Avaré na 12ª AGRIFAM
“Todas as novas tecnologias e inovações vão sendo aplicadas ali, para serem adaptadas e então apresentadas para outros agricultores”, diz. São feitas visitas mensais, nas quais é reunido o grupo de agricultores participantes do projeto.

“Já tivemos resultados muito positivos. Um deles é comercializar para a merenda escolar de Avaré, onde já ofertamos alimentos de produção agroecológica”, comemora Mattana. Segundo a pesquisadora, o próximo passo é obter a certificação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para poder comercializar os produtos agroecológicos em feiras e órgãos públicos, através dos programas de compra do governo federal.

Postagens mais visitadas