De Olho na Agrifam: FIB destaca agricultura ecológica na Feira

Texto e fotos: Paulo Palma Beraldo

Uma das instituições educacionais que participaram da Agrifam foi a Faculdades Integradas Bauru (FIB). Desde 2010 a faculdade é uma parceria da maior feira de agricultura familiar do Brasil. 

Além da FIB, o Instituto Federal de São Paulo - Câmpus Avaré -, a Esalq/USP, a Fatec, a Unesp de Botucatu e escolas técnicas da região estiveram na feira com seus alunos disponíveis para tirar as dúvidas e trocar experiências com os mais de 30 mil visitantes da feira. 

Na AGRIFAM 2015, o foco da FIB foi a agricultura ecológica, conforme explica o representante da faculdade no evento, Maurício Ferreira, aluno do quinto ano do curso de agronomia. 
Maurício Ferreira, no estande da FIB na Agrifam 2015. 
- A ideia é divulgar o trabalho que fazemos em campo na faculdade. Estamos tentando conscientizar os agricultores para eles utilizarem as ferramentas que eles têm no campo. Para ter uma produtividade satisfatória, o agricultor não precisa necessariamente usar produtos químicos. Estamos querendo mostrar como, na prática, ele consegue ter um produto de ótima qualidade e 100% orgânico - explica Maurício, estagiário na FIB. 


Uma das práticas foi a compostagem orgânica, processo que permite reaproveitar compostos vegetais que não seriam aproveitados como galhos secos, restos de capim e folhas. 

- Tudo o que seria geralmente descartado nós pegamos e revertemos para compostagem. É um processo bem prático. Misturamos matéria seca com úmida, no caso o esterco bovino, rico em nitrogênio. Fazendo esse processo, que dura de 120 a 150 dias, temos que molhar e revirar para a temperatura ficar adequada e termos um bom adubo. 



Sobre a feira, Maurício Ferreira comenta que o contato com os agricultores foi muito positivo tanto para a faculdade quanto para os visitantes do evento. 

- Conseguimos passar muitos contatos e trocar informações. Gostamos muito de participar da feira. Muitas vezes, o pequeno produtor é esquecido. Mas aqui ele tem espaço e oportunidade. Eles contribuem muito para a economia do nosso país e para a produção de alimentos. 

Postagens mais visitadas