De Olho na Agrifam: Protocolo para melhorar a qualidade genética de bovinos é assinado na Feira

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, e o diretor Rivaldo Machado Borges Júnior da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), assinaram Protocolo de Intenções com objetivo de que ambas estudem a possibilidade de implantar o Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino do Estado de São Paulo – Pró Genética/SP. A solenidade foi realizada na última sexta-feira (31), na Agrifam.

O protocolo prevê que as duas instituições estudem as possibilidades de implantar as ações de transferência para estimular o pequeno e médio produtor a adquirir reprodutores das raças zebuínas, melhorados geneticamente, para melhoria de seu rebanho, com objetivo de fortalecer as cadeias produtivas da carne e do leite a iniciativa também visa manter o produtor rural no campo e ampliar sua renda.

As duas instituições indicarão representantes para criação de um grupo, sendo que a Secretaria de Agricultura, por meio da Agencia de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), direcionará as ações da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) e da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) dentro deste projeto.

A iniciativa já é executada em Minas Gerais com objetivo melhorar a qualidade genética do rebanho bovino comercial de agricultores familiares.

De acordo com Rivaldo Machado Borges Júnior, diretor da ABCZ com a aquisição dos reprodutores do Pró Genética, o produtor conseguirá melhorar sua produtividade de leite e diminuir o tempo de abate. “O bezerro que nasce tanto para corte ou leite, já nasce com 75% da genética do seu reprodutor, com o Programa o produtor rural terá condições de alavancar sua produção”, explica.

Arnaldo Jardim destacou o cenário atual para agropecuária e, enfatizou a necessidade de investimentos no setor produtivo. Explicou que essa parceria atende o compromisso do Governo do Estado e do governador Geraldo Alckmin de criar alternativas e apoiar a implantação de tecnologias que atendam as demandas do setor. “O Brasil passa de importador de carne para o maior exportador de proteína animal do mundo”, declarou.

Participaram da solenidade de assinatura o secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania, Aloísio de Toledo César; o diretor Executivo, Marco Aurélio Pilla Souza; o gerente de Melhoramento – Pró Genética, Lauro Fraga Almeida; o diretor Rivaldo Machado Borges Júnior; o coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA); e o coordenador da Cati, José Carlos Rossetti.

Por Eli dos Santos
Foto: João Luiz/Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Postagens mais visitadas