Safra da laranja deve ser de 278,9 milhões de caixas

A produção de laranja para a safra 2015/16 é estimada em 278,993 milhões de caixas, segundo o Fundecitrus - Fundo de Defesa da Citricultura, que divulgou nesta terça (19) os números do censo da citricultura do parque citrícola de São Paulo e Triângulo Mineiro e Sudoeste de Minas Gerais, e a estimativa da safra que deve iniciar no próximo mês.

De acordo com o Fundecitrus, há 197,860 milhões de árvores de laranja no parque citrícola, das quais 88% estão em produção.

A área total de citros do parque citrícola é de 492.544 hectares, dos quais 443.598 hectares (90,07%) são de laranja, destes 12.980 hectares (2,64%) são das variedades Laranja lima, Bahia, Shamouti e Lima doce voltada exclusivamente para o consumo in natura e 430.618 hectares plantados com as laranjas que vão para o mercado de fruta e para o processamento de suco.

Os limões e limas ácidas (Tahiti) ocupam 28.912 hectares (5,87%) e as tangerinas 10.079 hectares (2,05%). Há ainda 9.953 hectares (2,02) representados por pomares abandonados.

O setor com mais plantio de citros está no Centro do estado de São Paulo, com 29,46% da área de citros do parque citrícola, seguida pelos setores Norte de São Paulo + Triângulo/Sudoeste mineiro (21,51%), Sul (20,65%), Sudoeste (17,11%) e Noroeste (11,26%).

Dos 430.618 hectares de laranjas principais, 27.129 ha (6,3%) são de pomares novos, plantados nos últimos três anos.

Pela idade das plantas vistoriadas no campo, em 2014 foram plantados 93.500 hectares de citros, a menor área plantada nos últimos dez anos. Em 2013, a área plantada foi de 17.770 hectares e em 2012, 23.310 hectares.

Apuração no campo
Os dados foram apurados na Pesquisa de Estimativa de Safra - PES, criada com o objetivo de fazer um retrato do parque citrícola paulista e mineiro, uma das maiores citriculturas do mundo e levantar dados estatísticos que possibilitassem uma estimativa de safra mais precisa e confiável e foram feitas com base em imagens de satélite e apurações in loco nos pomares.

O projeto envolveu diretamente 150 funcionários do Fundecitrus que percorreram mais de um milhão de quilômetros.

Entre outubro de 2014 e maio de 2015 agentes de pesquisa do Fundecitrus passaram por 481 municípios paulistas dos quais encontraram pomares de citros em 320 municípios do estado de São Paulo e 29 do Triângulo Mineiro e sudoeste de Minas Gerais, nos quais foram apurados a quantidade de árvores, o tamanho da área, a idade e variedade das plantas e o sistema de irrigação empregado.

Estimativa de safra

Para estimar a produtividade das árvores de laranja mapeadas no censo da citricultura, foram sorteadas 2.500 árvores para derriça pela técnica de amostragem estratificada proporcional ao número de árvores de cada estrato composto por variedade, idade e região. Para dimensionamento do tamanho da amostra utilizou-se a variância do número de frutos por árvore de dados históricos e considerou-se um erro esperado de 2% a 3% da média.

Fonte: Fundecitrus
Foto: Paulo Palma Beraldo/De Olho no Campo

Postagens mais visitadas