Caminho do Boi atrai mais de 4 mil pessoas durante Agrishow

Mais de 4 mil pessoas percorreram o “Caminho do Boi”, projeto que proporcionou aos visitantes da 22ª Agrishow, que ocorreu de 27 de abril e 1º de maio em Ribeirão Preto (SP), visualizar a cadeia produtiva da carne bovina sob uma ótica diferente. 

O público foi convidado a colocar-se no lugar do animal e refletir sobre aspectos como a importância da integração da cadeia produtiva, resultados da aplicação de tecnologia e bem-estar animal na rentabilidade do negócio e na qualidade da carne que chega à mesa do consumidor.

De forma interativa e didática, os visitantes puderam acompanhar o trajeto realizado pelo boi de corte desde a fazenda, passando por importantes etapas do processo, como nutrição, curral de manejo, controle e gestão, sanidade, identificação eletrônica, transporte e frigorífico. 

Cada uma dessas etapas trazia dados e informações para instigar a reflexão dos visitantes, além de novidades tecnológicas focadas no aumento da produtividade apresentadas pelos parceiros do projeto. A iniciativa, promovida pela primeira vez na Agrishow, foi uma das principais atrações da feira.

Algumas visitas ilustres percorrem o Caminho do Boi, como a Embaixadora dos EUA no Brasil, Liliana Ayalde; o Vice-governador de São Paulo, Marcio França; o Secretário da Agricultura do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim; o Presidente da Sociedade Rural Brasileira, Gustavo Junqueira, além de vários presidentes de associações e sindicatos rurais.

“Achei esta uma excelente ideia, pois mostra para os produtores maneiras de reduzir custos de produção e melhorar a qualidade da carne. A qualidade da carne brasileira é excelente e as tratativas para que o Brasil exporte para o mercado americano estão avançando”, declarou a Embaixadora dos Estados Unidos no Brasil, Liliana Ayalde, após percorrer o Caminho.

“O objetivo do projeto foi apresentar a estreita ligação entre a agricultura e a pecuária. Ambas são hoje atividades baseadas em alta tecnologia, performance, produtividade e principalmente gestão de capital de giro. O 'Caminho do Boi' foi muito bem sucedido em apresentar ao agricultor como a pecuária pode ser uma excelente opção de investimento, possibilitando a ele melhorar a gestão financeira de seu negócio. Com base nesse sucesso expandiremos essa iniciativa nacionalmente”, afirma o presidente da Sociedade Rural Brasileira, Gustavo Diniz Junqueira, que apoiou o Caminho do Boi.

“O sucesso do Caminho do Boi na Agrishow se deve ao empenho de todos os parceiros que acreditaram na ideia e se dispuseram a levar o recado da pecuária rentável e de qualidade para o público do maior evento de agronegócios do país”, destaca Mariana Soletti Beckheuser, vice-presidente executiva da Beckhauser, empresa que idealizou o projeto. 

“A repercussão foi tão positiva que recebemos diversos convites para levar a iniciativa a outros eventos do setor por todo o Brasil. Isso demonstra que há espaço para projetos que mostrem a importância da integração da cadeia e que aproximem ainda mais o consumidor de quem produz a carne”, completa Carla Tuccilio, diretora da Verum Eventos, empresa que organizou o Caminho do Boi na Agrishow.

Sobre o Caminho do Boi 
O “Caminho do Boi” na Agrishow foi um projeto da Beckhauser, empresa que oferece soluções em contenção e controle para manejo racional e produtivo do gado, com realização da Verum Eventos, que promove o Circuito ExpoCorte, evento itinerante que percorre alguns dos principais polos de produção pecuária no Brasil para levar informação e tecnologia aos produtores.

A primeira edição do Caminho do Boi foi montada na Feicorte 2011, em São Paulo. O projeto foi inspirado nos estudos da professora e pesquisadora Temple Grandin, da Universidade do Estado do Colorado (EUA), uma das maiores referências em bem-estar animal do mundo e tem a curadoria técnica de conteúdo do Prof. Mateus Paranhos, do Grupo de Estudos e Pesquisas em Etologia e Ecologia Animal – ETCO, da Unesp (Jaboticabal/SP).

Participaram desta edição do “Caminho do Boi” na Agrishow as empresas: Allflex (identificação animal), ANCP – Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (genética), Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Senepol (qualidade da carne), Beckhauser (troncos e balanças),Casale (implementos), CRV Lagoa (genética), Minerva Foods (indústria), Multibovinos (software de gestão), Nutron (nutrição), Phibro Animal Health(saúde e nutrição), Vilaços Carrocerias (transporte), WM Borrachas (pisos antiestresse) e Zoetis (sanidade). 

Para mostrar a importância do associativismo, participam ainda as entidades: Aprova – Associação dos Produtores do Vale do Araguaia, SRB – Sociedade Rural Brasileira, Abiec – Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne, Maria Macia (cooperativa de produtores paranaenses para a produção de carnes especiais), Associação Sul Matogrossense de Produtores Novilho Precoce, Grupo ETCO, Rede de Fomento Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), capitaneada pela Embrapa. Agrishow teve a parceria e transmissão do Canal do Boi, durante toda a edição.

Fonte: Attuale Comunicação
Foto: Paulo Palma Beraldo/De Olho no Campo

Postagens mais visitadas