Feira registra R$ 1,1 bilhão em negócios

A 14ª edição da TECNOSHOW COMIGO 2015, em Rio Verde (GO), atingiu R$ 1,1 bilhão em negócios e número recorde de visitantes: 104 mil pessoas durante os cinco dias - 13 a 17 de abril. 

Maior feira de tecnologia rural do Centro-Oeste e posicionada entre as quatro maiores do país, a próxima edição da TECNOSHOW já tem data marcada: de 11 a 15 de abril de 2016.

Antonio Chavaglia, presidente da COMIGO, cooperativa que organiza a Feira, fez balanço positivo dos números. "Foi uma surpresa muito boa. Mais uma vez, mostramos tecnologia e os expositores e produtores acreditaram. O que existe de mais moderno em máquinas, implementos, insumos e experimentos estavam aqui. Temos sempre de buscar mecanismos para melhorar a renda no campo", afirmou Chavaglia.

O presidente da COMIGO fez questão de lembrar que os números devem aumentar na próxima semana. Segundo ele, muitos produtores dão entrada no negócio dentro da Feira, mas só fecham contrato alguns dias depois. "Tem muito negócio iniciado aqui que termina lá fora. Tem empresa de máquinas e equipamentos que venderam igual ao ano passado."

Por outro lado, Chavaglia reclamou da demora na liberação dos créditos de custeio (Plano Safra 2015/2016) e pré-custeio, que poderiam ter elevado os negócios na TECNOSHOW. 

"Isso dá insegurança ao produtor, que está fazendo muita conta para chegar ao resultado positivo. O produtor sempre procura tecnologia e qualidade, desde que ele consiga pagar e ter resultados", explicou.

O dirigente disse ainda que o plantio de soja seguirá normalmente este ano, apesar da crise. No entanto, reclamou da falta do seguro agrícola que alcance um número maior de produtores. 

"Quando é problema de pragas, o produtor dá conta de resolver. Mas intempéries, o produtor não dá conta. O que minimizaria seria um bom seguro agrícola. No Brasil o governo ainda não se conscientizou da importância de um seguro que garanta essas perdas. Na Europa e Estados Unidos, o produtor que tiver perda por preço ou intempérie é remunerado pelo governo."

Prestígio
O sucesso da Feira, no entanto, não se reflete apenas pela robustez dos números. Na abertura oficial, três ministros compareceram ao evento - Joaquim Levy, da Fazenda, Kátia Abreu, da Agricultura, e Vinicius Lages, do Turismo. Foi a primeira vez que um ministro da Fazenda compareceu a uma feira de tecnologia rural. "Essa vinda foi bastante positiva. Temos um bom relacionamento com a ministra da Agricultura. Isso é muito importante para o setor", disse Chavaglia.

Kátia Abreu aproveitou a presença na Feira para divulgar, de maneira antecipada, os recursos para o pré-custeio da safra (compra de insumos), que somam R$ 9 bilhões - R$ 2 bilhões da Caixa Econômica Federal e R$ 7 bilhões do Banco do Brasil. 

As taxas de juros e as condições devem ser divulgadas no início da próxima semana. O produtor rural tem até julho para recorrer ao financiamento.

A ministra também revelou que a crise não vai afetar o volume de recursos do Plano Safra 2015/2016: no mínimo, os mesmos recursos de 2014/2015 - R$ 156 bilhões. "Vamos manter os recursos, mas os juros não serão mantidos. Os juros serão compatíveis com o ajuste fiscal que o governo federal está promovendo. Até o final do mês a presidenta Dilma vai anunciar o plano, com valores, volume de crédito e taxas", afirmou Kátia Abreu.

Além dos ministros, estiveram presentes na Feira o governador Marconi Perillo, o vice-governador José Eliton, o prefeito de Rio Verde, Juraci Martins, a senadora Lúcia Vânia, deputados federais Heuler Cruvinel e Marcos Montes, deputado estadual, Lissauer Vieira, presidente da Embrapa, Maurício Lopes, presidente da OCB, Márcio Lopes de Freitas, vice-presidente da CNA, José Mário Schreiner, diversos secretários, prefeitos, vereadores e representantes de entidades de classe.

Tecnologia
Considerada a maior feira de tecnologia rural do Centro-Oeste e posicionada entre as quatro maiores do Brasil, os 540 expositores da TECNOSHOW COMIGO levaram as mais modernas máquinas, equipamentos, insumos e experimentos para o CTC. 

A Tatu Marchesan, por exemplo, apresentou, em primeira mão, a mais moderna plantadeira de 42 linhas do país. "A ideia era iniciar as vendas pela Agrishow (feira em Ribeirão Preto/SP), mas, em virtude do grande mercado na região de Rio Verde, resolvemos trazê-la para cá", conta José Carlos Marchesan, diretor da empresa.

A Sementes Agroceres, da multinacional Monsanto, a grande estrela era a semente VT Pro 3. Segundo a empresa, a VT Pro 3 é a primeira tecnologia para proteção da raiz do milho contra o ataque da larva-alfinete e também contra as principais pragas aéreas que agridem as folhas, colmo e espiga. "É um conjunto de soluções inovadoras em um único produto", explica Guilherme Lobato, gerente de Biotecnologia Milho da Monsanto.

A Embrapa, em parceria com o Centro Tecnológico para Pesquisas Agropecuárias (CTPA), lançou cinco cultivares de soja com a tecnologia Intacta RR2 PRO: BRS 6970IPRO, BRS 7170IPRO, BRS 7270IPRO, BRS 7470IPRO, BRS 7570IPRO. As novas cultivares são recomendadas para a região Central do Brasil.

Números
R$ 1,1 bilhão em negócios
104 mil visitantes
8 mil mudas de árvores nativas do Cerrado distribuídas gratuitamente
100 toneladas de lixo recolhidas, sendo 15 toneladas de material reciclável
540 expositores
30 mil veículos nos estacionamentos
385 ônibus nos estacionamentos
1,3 mil downloads do aplicativo TECNOSHOW COMIGO
100 palestras e dinâmicas
1.000 animais
10 mil pessoas assistiram as palestras

Frases de visitantes
Flavio Fernandes Franco, produtor de Cesarina (GO)
"A Feira é muito interessante. A gente pode observar muitos produtos, novidades que não são fáceis de encontrar. Sem falar nas palestras, que são muito boas. Já tem cinco anos que venho na Feira. Desde a primeira vez, eu gostei e nunca mais deixei de vir. A organização é ótima, perfeita, não tenho nada para reclamar."

João Damasceno de Sá Filho, produtor de Pedro Afonso (TO)
"Já conhecia a Feira porque meu irmão morou em Rio Verde, cidade que venho com frequência. Vim em busca de novidades do setor. A presença nas grandes feiras é bom para acompanhar as tecnologias, novidades em máquinas, variedades de sementes e insumos. A Feira é muito bem organizada, limpa, não vi ponto negativo."

Luís Alberto Garcia, produtor de Ipameri (GO)
"A gente precisa estar sempre atualizado para acompanhar o desenvolvimento das tecnologias, e aqui é o melhor lugar para isso. A Feira é um celeiro de tecnologias, que ajudam a agregar valor ao produtor rural. Está de parabéns a Comigo, a cada ano que passa, a Feira está melhor."

Orácio Jacó de Oliveira, produtor de Goiatuba (GO)
"Sempre tive vontade de vir, mas faltava convite. Esse ano fui convidado e resolvi vir. O pessoal na minha cidade fala que é uma feira muito organizada, e realmente é. Recomendo pra todo mundo vir. Vim para passear e acabei fazendo negócio, comprei uma máquina. A Feira é muito limpa, com asfalto nas ruas e banheiros asseados."

Sobre a TECNOSHOW COMIGO
Há 14 anos nasceu o conceito da feira de tecnologia rural, que logo passou a ser um referencial em todo o Centro-Oeste. A cada edição, a feira, hoje denominada TECNOSHOW COMIGO, não só apresenta experiências tecnológicas realizadas por diversas instituições de pesquisa, de ensino e outras empresas que auxiliam o produtor rural, mas reúne expositores de grandes segmentos do setor agropecuário, em uma área montada em 60 hectares com completa infraestrutura. Mais informações em www.tecnoshowcomigo.com.br.

Postagens mais visitadas