IPA lança tomate tolerante a vírus e resistente ao calor

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) lançou, nesta terça-feira (02/09), a variedade de tomate "Ferraz IPA 8", durante Dia Especial na Estação Experimental do IPA, em Belém do São Francisco. 

O evento contou com as presenças do secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Aldo Santos, do presidente do Instituto, Genil Gomes, e do diretor de Pesquisa e Desenvolvimento, Antônio Santana.

Os pesquisadores do IPA desenvolvem pesquisas para o meio rural, estudando in loco as necessidades do agricultor. E a “Ferraz IPA 8” comprova a eficiência dessa metodologia -  afirma o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Aldo Santos.

A cultivar “Ferraz IPA 8” é resultado da pesquisa desenvolvida pelo pesquisador do IPA, Edinardo Ferraz, a partir da década de 90.

 Obtida por meio de cruzamento genético, a variedade apresenta como principal diferencial tolerância a doenças causadas por dois vírus predominantes no Nordeste: Vira-cabeça e Geminivírus, que devastaram a produção em Pernambuco.

O material também é resistente às altas temperaturas e facilita a colheita, apresentando maior produtividade e baixo número de pulverização durante o ciclo da cultura. Segundo o pesquisador, o número de pulverizações cai de 24 para quatro, causando menos danos ao meio ambiente, à saúde dos agricultores e dos consumidores. 

Os frutos são graúdos, de formato alongado, coloração vermelho intenso, uniformes e firmes. A produtividade é de 80 toneladas por hectare - afirma ele. 

Os irmãos Márcio Francisco da Silva Carvalho e Marcelo da Silva Carvalho, ex-produtores de tomate no município de Salgueiro, desistiram de plantar tomate devido a três grandes fatores: incidência de pragas e doenças, baixa produtividade e altos custos de produção e comercialização. 

- Essa variedade nos trás novas perspectivas e ânimo para retomar a atividade. Além de superar esses problemas, a cultivar reduz o uso de agrotóxicos e oferece maior produtividade - declarou Marcelo.

Segundo o presidente do IPA, Genil Gomes, a semente básica será produzida na Estação de Belém e disponibilizada a partir de 2015, após de concluído o processo de registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “O material estará disponível para os agricultores no primeiro semestre de 2015”, afirmou o presidente do IPA.

NÚMEROS 
A produção de tomate de Pernambuco já ocupou o segundo lugar nacional, com 13 mil hectares cultivados da variedade IPA 5, que também era utilizada em 75% das áreas existente no país. As dificuldades vieram em razão das altas temperaturas, que também favoreciam ao surgimento de pragas, além da instabilidade do dólar.

Em razão disso, as 27 indústrias de molho do polo de Petrolina foram, aos pouco, sendo transferidas para Goiás. Atualmente, Pernambuco está em 8ª lugar no ranking nacional, com apenas 500 hectares plantados e produção de 207 mil toneladas por ano. “A nova variedade vai beneficiar pequenos e médios produtores, principalmente do mercado in natura” conclui Gomes.

Fonte: Instituto Agronômico de Pernambuco
Foto: IPA/Divulgação

Postagens mais visitadas