Safra de cana pode chegar a 659 milhões de toneladas, diz levantamento

A estimativa de cana de cana-de-açúcar produzida na safra 2014/15 é de 659 milhões de toneladas, de acordo com o 2º levantamento da safra pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quinta-feira (8). A maior parte da produção de cana-de-açúcar deverá ser destinada para a produção de etanol, representando 54,2%.


A produção de etanol total deverá passar de 27,9 bilhões para 27,6 bilhões de litros. Já a produção do etanol hidratado, utilizado nos veículos "flex-fuel", apresenta queda de 6,54% e passa de 16,1 bilhões para 15 bilhões. 

Entretanto, a previsão é de que o anidro, destinado à mistura com a gasolina, aumente em 6,11%, isto é, aumente de 11,8 bilhões para 12,5 bilhões de litros. A produção de açúcar está estimada em 38,2 milhões de toneladas, com crescimento de 1% em relação aos 37,9 milhões de toneladas produzidas na safra passada.

O estudo realizado nas 393 unidades produtoras do País revela que houve elevação da área de corte, que passou de 8,8 milhões para 9,1 milhões de hectares. Segundo o coordenador-geral de Açúcar e Álcool do Departamento de Cana-de-açúcar e Agroenergia (DCAA) da Secretaria de Produção e Agroenergia (SPAE) do Mapa, Cid Jorge Caldas, as condições climáticas influenciaram na diminuição da produtividade. 

- Em relação ao primeiro levantamento, tivemos uma queda na produção, mas isso foi causado pelas condições climáticas na região Centro-Sul, principalmente no estado de São Paulo. Esperávamos crescer mais, mas vamos ficar no mesmo nível do ano passado.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Foto: Paulo Palma Beraldo/De Olho no Campo

Postagens mais visitadas