"Nosso objetivo é tornar o cambuci uma fruta popular"

Texto e fotos: Paulo Palma Beraldo

Joacir Magini trouxe para a Agrifam 35 mudas de cambuci, fruta nativa da Mata Atlântica ameaçada de extinção. 

Veio de Parelheiros-SP com a mãe, Elizabeth de Sá, com um objetivo claro:  

- Queremos tirar o cambuci da extinção. Fazer as pessoas entrarem em um mercado e comprar o cambuci como se fosse uma laranja ou uma maçã - disse

Cada muda custava 15 reais. Venderam todas ainda no primeiro dia. Outro produto muito procurado é o licor de cambuci. 

- Para a próxima vez, vamos trazer ainda mais mudas porque o pessoal se interessou bastante - comemora ele. 

A propriedade dos dois tem 150 pés de cambuci plantados. Produz cachaças, licor, sorvete, geleias, molhos, xaropes sucos e mousse. 

O cambuci lembra um pouco o sabor da jabuticaba e da pitanga, pois é da mesma família. Tem poucas sementes e polpa cremosa. 

- O cambuci tem muita vitamina C, então ajuda a prevenir a gripe, por exemplo. Também é usado para produzir cosméticos e diversos produtos Queremos multiplicá-lo para ele se tornar uma fruta popular - explica Joacir. 

Como tudo começou? 
- Há  40 anos meu pai comprou um sítio em Parelheiros, interior de São Paulo. Tinha um pé de cambuci lá. Era o xodó dele. Mas muita gente visitava o sítio e o pé de cambuci ficava lá no fundo da propriedade. Todo mundo queria ver. Às vezes quebravam galho, estragavam as frutas. Então um dia meu pai resolveu fazer um muro em volta desse pé de cambuci para ninguém mexer Tentou por muito tempo fazer muda desse pé e não conseguia. 

Em 2006, aprenderam. Fizeram 1.000 mudas de cambuci e espalharam pela região. Hoje, colhem cambuci em propriedades de amigos e vizinhos. Uns doam a fruta, outros pedem uma quantia de dinheiro em troca e assim toda a região é movimentada.  


Rota do Cambuci
Com o objetivo de resgatar e fomentar o cultivo e o consumo da fruta, surgiu a Rota do Cambuci. O caminho passa por 11 cidades da Serra do Mar Paulista, região de origem da fruta. 

A rota se inicia no shopping de Mogi das Cruzes. Passa por cidades como Santo Amaro, Ribeirão Pires, Bertioga, Paralheiros, Salesópolis. E o encerramento é realizado no Mercadão de São Paulo. Os dois participam da Agrifam pela primeira vez neste ano e aprovaram. 

- A Agrifam foi muito boa. Estamos promovendo o cambuci. Muita gente entrou aqui sem conhecer o fruto e saiu conhecendo - resume Joacir. 

Postagens mais visitadas