Volume de café exportado ao mundo árabe sobe 14%

O Brasil exportou 734.606 sacas de 60 quilos de café aos países árabes no primeiro semestre, um aumento de 14% sobre o mesmo período do ano passado, de acordo com dados divulgados pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

As receitas dos embarques, porém, recuaram mais de 10% na mesma comparação e ficaram em US$ 97 milhões nos seis primeiros meses de 2014.

Segundo o Cecafé, a safra 2013/2014, iniciada em julho do ano passado e encerrada em junho último, terminou com exportações de quase 34 milhões de sacas, um crescimento de 9,9% em relação ao ciclo anterior.

A receita obtida foi de US$ 5,327 bilhões, uma queda de 11,6% na mesma comparação. O Cecafé diz que o desempenho “reflete o quadro de baixa continuada nos preços que se observou até janeiro de 2014”. Os valores começaram a subir em fevereiro, de acordo com a entidade, saindo de US$ 138,55 por saca em janeiro para US$ 188,87 em junho.

Mesmo com a receita menor, o diretor-geral do Cecafé, Guilherme Braga, declarou, segundo comunicado da instituição, que o desempenho da safra foi maior do que o esperado, pois estavam previstas exportações de 32,5 milhões de sacas e o volume efetivamente exportado ficou 5% acima disso.

Em junho, isoladamente, o Brasil exportou 2.858.012 sacas, um avanço de 21% sobre o mesmo mês do ano passado. O faturamento com os embarques foi de quase US$ 540 milhões, um acréscimo de 37,3% na mesma comparação.

Em termos de regiões, os principais mercados do Brasil são a Europa, América do Norte, Ásia e América do Sul. Entre os países, os maiores destinos são os Estados Unidos, Alemanha, Itália, Bélgica e Japão.
Fonte: Agência de Notícias Brasil-Árabe
Foto: Paulo Palma Beraldo/De Olho no Campo

Postagens mais visitadas