"A Agrishow é uma grande oportunidade para todos", diz sul-coreano na feira

Paulo Palma Beraldo

Muitos estrangeiros visitam a Agrishow anualmente. O De Olho no Campo encontrou italianos, argentinos, americanos, paraguaios, uruguaios e togoleses. Mas viu também sul-coreanos caminhando pela feira. E essa reportagem vai contar um pouquinho sobre essa conversa com os asiáticos.

Os coreanos eram Kenny Yoon e Nash C. Coi, representantes da divisão de vendas no exterior da Daedong Industrial, uma empresa sul-coreana fabricante de máquinas agrícolas. A marca foi criada em 1947, em uma pequena cidade da Coréia do Sul e já está presente nos EUA há mais de 25 anos. Eles contam o motivo da visita.



- Nós viemos aqui para conhecer e entrar no mercado. Nós estamos exibindo nossos tratores durante a Agrishow. A cor dos nossos tratores é laranja, é a nossa identidade. Nós ainda estamos analisando o mercado e procurando pelos melhores parceiros no Brasil - disse Kenny Moon, gerente da divisão de vendas no exterior da Daedong Industrial.

Eu pergunto quem são os parceiros, mas ele desconversa, rindo. "Acho que achamos alguém, mas por enquanto é melhor não falar". 

Já Nash C. Choi, também da divisão de vendas no exterior, visitou a Agrishow pela segunda vez e gostou do que viu. 

- Essa é uma das maiores feiras do mundo. É a minha segunda vez aqui. Estou impressionado com a atmosfera, as marcas e essa agitação. A Agrishow é uma grande oportunidade para todos.

Abaixo a reportagem em inglês para que os entrevistados possam acessar o material. 

"Agrishow is a great opportunity for everyone", says visitors from South Korea

Many foreigners visit Agrishow annually. This website found Italians, Argentines, Americans, Paraguayans, Uruguayans and Togoleses. But it also saw South-Koreans walking through the fair. And this article will tell a little bit about this conversation with them. 

The Koreans were Kenny Yoon and C. Nash Coi, representatives of overseas sales division of Daedong Industrial, a South Korean manufacturer of agricultural machinery. The brand was created in 1947 in a small city in South Korea and is already present in the U.S. for over 25 years. They told why they were in Brazil.

Daedong tractor.
Photography: Daedong Industrial
We came here to see the market and enter in the market as well. We’re displaying our tractors during Agrishow. Our tractor’s color is Orange. It’s our identity. we’re styll analysing the market and looking for our best partners here - said Kenny Moon, general manager of overseas sales division from Daedong Industrial.

I ask him who are these partners, but he answers laughing: "I think we found someone, but it’s better not to talk now".

Nash C. Choi, from International Business Division of Daedong Industrial, visits the fair for the second time and is enjoying what he saw.

- It’s one of the largest expositions in the world. This is my second time here. I'm impressed with all the buzz, the atmosphere, the brands. It’s a great opportunity for everyone - said Nash C. Choi

Postagens mais visitadas