Seguro Rural com subvenção estadual já é realidade no Paraná em quase 30 culturas

O governo do Paraná começa a operar efetivamente o programa de Seguro Rural no campo a partir desta segunda-feira (31). O produtor rural interessado em ampliar a proteção de sua lavoura com apoio do Estado já pode procurar seu corretor de confiança para concretizar a operação. A estimativa é que sejam beneficiados de 2 mil a 2,5 mil agricultores até o final do ano. 

Está confirmada a disponibilidade de R$ 6,4 milhões, em recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico, para subvencionar a taxa de prêmio de 29 culturas cultivadas no Paraná. 

Foto: Agência de Notícias do Paraná
De cada R$ 1.000,00 que o produtor vai gastar para fazer o seguro de uma lavoura, poderá receber até R$ 600,00 em subvenção do governo federal. Dos R$ 400,00 restantes, o produtor poderá receber 50% em subvenção do governo do Paraná, devendo pagar apenas R$ 200,00 o prêmio de sua apólice de seguro para a lavoura. 

Para o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, o objetivo do governo estadual é reduzir o risco na atividade rural e baratear o custo de acesso a esse instrumento de proteção às lavouras para todos os produtores do Estado. 

- Com o dinheiro da subvenção estadual, o produtor poderá investir em outras atividades dentro da propriedade ampliando a margem de renda no médio e longo prazo - argumentou o secretário. 

Beneficiários e cultura
O programa será executado pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, em parceria com a Fomento Paraná, que gerencia os recursos. O produtor poderá receber subvenção estadual de até R$ 4.800,00 por beneficiário e por cultura. A subvenção estadual será concedida no momento de emissão da apólice para o produtor, barateando o custo para a realização do seguro das lavouras. 

Estão aptas a contratar o seguro pelo programa do governo do Estado as seguradoras Siwss Re, Companhia de Seguros Aliança do Brasil, Mapfre Seguros Gerais S/A e Sancor do Brasil S/A. Ainda estão em processo de credenciamento as seguradoras Nobre e Porto Seguro, que deverão começar a operar nos próximos dias. 

Culturas amparadas
O diretor do Departamento de Economia Rural da Secretaria da Agricultura, responsável pela execução do programa de Seguro Rural, Francisco Carlos Simioni, explica que o credenciamento das empresas seguradoras é válido por 60 meses até a safra 2017/18. Mas continua o processo de contratação anual, por meio de aditivos. 

Poderão ser amparadas pelo programa de Seguro Rural no Paraná as culturas de trigo de sequeiro e irrigado, milho segunda safra, café, abacaxi, algodão, alho, batata, cebola, cevada, aveia,feijão, tomate, ameixa, caqui, figo, goiaba, kiwi, laranja,maçã, melancia, morango, nectarina, pera, pêssego, tangerina, uva, floresta cultivada e para a pecuária. 

O produtor que quiser mais informações e esclarecer dúvidas poderá ligar para a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, em Curitiba, no telefone (041) 3313-4010. 

Fonte: Agência de Notícias do Paraná
Foto: Agência de Notícias do Paraná/Divulgação

Postagens mais visitadas