Brasil é o segundo país que mais cultiva transgênicos, diz relatório



O Brasil ocupa o segundo lugar entre os países que mais cultivam variedades geneticamente modificadas de grãos e fibras do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos, onde o primeiro transgênico foi lançado em 1996, conforme documento divulgado pelo Serviço Internacional para Aquisição de Aplicações em Agrobiotecnologia (ISAAA, na sigla em inglês).


Em 2013, os produtores brasileiros cultivaram 40,3 milhões de hectares com soja, milho e algodão transgênicos, enquanto os norte-americanos semearam 70,2 milhões de hectares. 

Os países que mais utilizam transgênicos são Estados Unidos, Brasil, Argentina, Índia, Canadá, China, Paraguai e África do Sul.

O relatório calcula que 497 milhões de quilos de defensivos químicos deixaram de ser usados no mundo graças à adoção de transgênicos resistentes a insetos. 
Produtores em todo o mundo cultivaram, em 2013, 175,2 milhões de hectares de lavouras transgênicas. 

Fonte: De olho no campo com informações do ISAAA. 
Fotografia: Divulgação

Postagens mais visitadas